quarta-feira, 8 de julho de 2009

Chantagem emocional...

Pessoas de qualquer idade e sexo, em todos os tipos de relacionamento podem entrar neste tipo de jogo. Até mesmo no campo profissional. Existem formas de reconhecer a presença da chantagem em um relacionamento e como tentar sair dela.

Passo a passo:

1. Tente perceber se não está vivendo situações onde alguém ou você aproveita a situação como moeda de troca. O chantagista desperta a culpa, o senso de dever ou medo da sua vítima, a quem conhece muito bem, inclusive todos os seus pontos fracos e consegue o que quer com a ameaça daquilo que as vítimas mais temem (exemplo: rejeição, silêncio, etc...).

2. Realizar trocas no dia-a-dia é normal. Anormal é realizar trocas contra a sua vontade. O processo de chantagem emocional é geralmente desencadeado e pode ser percebido através de alguns sinais:

2.1. A vontade do chantageador.

2.2. A resistência da vítima em atendê-lo por sentir ir contra seus princípios ou vontade.

2.3. A pressão do chantagista, cercada de ameaças.

2.4. A vítima cede, sempre contra a sua vontade e sente-se mal por isso.

2.5. A repetição da situação, chegando a se tornar um ciclo vicioso.

3. Verifique se pessoas importantes na sua vida ou (se você com outras pessoas): ameaçam a fazer algo contra si mesma se não forem atendidas; acusam os outros de egoístas, maus quando não fazem o que querem; aprovam exageradamente quando conseguem o que querem e retiram os elogios quando não têm os desejos satisfeitos; usam o dinheiro, beleza ou poder para ter seus desejos satisfeitos. Esses são exemplos clássicos de situações de chantagem emocional.

4. Reconheça se você é vitima ou algoz. A partir daí fica mais fácil sair desse processo de manipular e ser manipulado. Não culpe apenas o chantagista. Tanto o chantageador com o chantageado é responsável pela situação. Mesmo que inconscientemente, o chantageado se vende para ser aceito.

5. O ponto central para sair dessa relação doentia está no resgate da auto-estima tanto do chantageado com do chantagista. Pessoas com bom nível de auto-estima, não querem fazer parte nem de um lado ou de outro do jogo.

Nenhum comentário: